Google+ Followers

domingo, 21 de setembro de 2014

O simpático Rex de Ângelo de Aquino

 

O artista Ângelo Aquino, que nasceu em Belo Horizonte e cresceu no Rio de Janeiro, criou em 1984 um simpático personagem que ficou famoso no Brasil e conquistou o mundo das artes: o cachorro Rex.

Rex, que foi retratado com várias cores e em diversas situações (dirigindo carro, avião ou navio) foi capa de revista de arte e tapete na França, estampa em roupas adultas e infantis no Japão, personagem de livro infantil e ainda foi o "autor" de editoriais no jornal O Globo na década de 90. 
  
 

 

 
                                                                                     Jornal O Globo, edição de 1997

Questionado sobre o motivo que o levou a destinar grande parte de sua obra ao Rex, ele conta que começou a sentir a sua força quando percebeu o modo como as pessoas se relacionavam com a imagem. Realmente, carisma é o que não falta ao personagem.

Segundo o artista, o Rex é um cachorro urbano, sem raça, sem cor, é sarcástico, escreve em jornal e viaja. Ele é uma imagem urbana contemporânea. Tanto que sua presença é notada em galerias sofisticadas, em lojas de gravuras físicas ou virtuais. 

E Ângelo Aquino resolveu realizar sua obra não somente em telas. Ele pintou um grande Rex na parede de um charmoso restaurante no Rio de Janeiro. Assim, quem frequenta o restaurante tem uma experiência visual além de gastronômica.



Infelizmente em 2007, aos 61 anos, o criador do Rex nos deixou. Mas sua obra ficará para sempre consagrada no mercado das artes, nas galerias e nos corações. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário